Uma comunidade que promove a mudança sustentável

Óxido de Zinco para a pele: para que serve e benefícios

Sumário

oxido de zinco em cosmeticos para o rosto

Já ouviu falar do óxido de zinco para a pele? É um pó fininho e branco, muito usado em pomadas para assaduras e outros cremes para tratar a pele. 

Traz uma série de outros benefícios que talvez você não conheça. Este é um dos ingredientes básicos da cosmética, desde os tempos antigos. As razões para o uso são suas propriedades curativas e bloqueadoras dos raios UVA/UVB.

O que é Óxido de Zinco?

Óxido de zinco é um composto químico de cor branca e sua fórmula é ZnO.  Resultado da corrosão inicial do zinco pelo oxigênio existente na atmosfera. O óxido de zinco se apresenta na forma de pó, de grãos finos insolúveis em água porém, muito solúvel em soluções ácidas.

É usado como componente fundamental nos cremes para recém nascidos e crianças por conta de sua poderosa ação contra todo tipo de prurido e irritação da pele. Também muito utilizado como inibidor do crescimento de fungos em pinturas e como pomada antisséptica. 

Também é muito usado nos protetores solares, pois forma uma tela de proteção muito eficaz. Sua ação é decisiva no bloqueio dos raios ultra-violetas, na recuperação da pele afetada pelos frios intensos ou queimada pelo sol.

Quais são os benefícios do Óxido de Zinco para a pele?

O zinco está presente em quase todo o corpo, se concentra nos ossos, unhas, cabelo e, principalmente, no sangue e na pele. 

A falta desse elemento pode levar à muitas complicações, como cicatrização lenta, aumento da oleosidade, aparecimento de espinhas, eczema e psoríase. Por isso, o zinco é tão crucial para manter a pele viçosa, bonita e, principalmente, saudável.

hidratante em gel vegano e natural para peles oleosas

1. Ação cicatrizante

A ação cicatrizante dos cosméticos com óxido de zinco resulta da total cobertura que este pó dá à pele, criando um ambiente propício que encoraja a recuperação celular.

Isso porque, se existe algum corte na pele a quantidade desse mineral ao redor do corte aumenta a fim de proteger contra infecções e controlar a inflamação. Mesmo sem cortes na pele, o zinco é importante para a produção de novas células e para o funcionamento da membrana celular.

2. Ação antisséptica e adstringente

A ação antisséptica do óxido de zinco impede a proliferação de microorganismos na pele machucada. Também tem ação adstringente sendo muito adequado seu uso em casos de acne, espinhas e furúnculos, aliada ao secamento das lesões.

Responsável por organizar a queratinização da pele, colaborando com o controle da secreção sebácea. Regula a produção de brilho e, consequentemente, a formação de cravos e espinhas.

3. Ação anti-inflamatória

O óxido de zinco ajuda a reduzir a vermelhidão cutânea, que normalmente se dá devido ao acúmulo de óleo, bactérias e células da pele que bloqueiam os poros e fazem com que a pele ao redor fique vermelha, inchada e sensível. 

O zinco, que estimula a função imunológica, pode ajudar a controlar a resposta inflamatória. Além do mais, como o zinco regula a produção e a renovação das células, isso ajuda a reduzir a quantidade de óleo natural que sua pele produz, evitando o entupimento dos poros em primeiro lugar e assim a formação de espinhas.

4. Proteção solar

O óxido de zinco tem eficácia comprovada como filtro e bloqueador solar. Não só ele atua como filtro físico, impedindo que os raios solares atinjam diretamente a pele a ser protegida como, tem ação eficaz também no bloqueio da radiação UVA e UVB pois, suas partículas refletem essa radiação impedindo que a mesma atinja o organismo.

Os ingredientes químicos encontrados em protetores solares são absorvidos nas camadas superiores da pele para filtrar os raios solares prejudiciais, já o óxido de zinco atua como um bloqueio físico contra o sol, impedindo por completo que os raios UV penetrem na pele. 

E como o zinco não é absorvido profundamente, é menos provável que cause alguma irritação para a pele, como outros ingredientes podem causar.

Como incluir o Óxido de Zinco na sua rotina?

O zinco tem ações importantes para a saúde de todo organismo, mas como podemos aproveitar os benefícios do ativo ao longo do dia? Existem muitos dermocosméticos com estre ingrediente na composição. Uma das alternativas é investir em produtos à base de zinco, que minimizam o brilho da pele e ainda agem como tratamento para a pele oleosa.

Antes de aplicar produtos que contenham óxido de zinco, é necessário higienizar a pele. A aplicação de produtos sobre uma pele limpa e sem resíduos potencializa a ação dos ativos, assim conseguem agir mais profundamente. Conheça nosso Gel de Limpeza Facial Regenerador com carvão ativado.

Gel Hidratante Facial Antioleosidade da JANGAL é de fácil absorção, com textura aveludada, que promove a hidratação da pele sem deixar oleosa. Contém Vitamina E, Óleo Vegetal de Semente de Uva, e Óxido de Zinco, muito indicado para controlar a oleosidade da pele. Os óleos essencias de Tea Tree e Gerânio tem propriedade antisséptica.

Ajude-nos a conscientizar outras pessoas, compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Tem alguma dúvida ou  contribuição sobre o conteúdo?

Fique a vontade para participar comentando abaixo!

One thought on “Óxido de Zinco para a pele: para que serve e benefícios”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *